29/02/2024doc9

IoT: conheça a importância da Internet das Coisas e suas aplicações

A Internet das Coisas (IoT) é uma tecnologia que vem se popularizando cada dia mais. Talvez, você até a tenha utilizado alguma vez. A era da revolução digital chegou aos objetos: agora, eles também estão conectados à internet.

Essa conexão torna os objetos inteligentes, aumentando a produtividade e facilitando operações corporativas, industriais, nas cidades e até mesmo nas casas das pessoas. Ela pode ser aplicada a pequenos objetos, como lâmpadas inteligentes, ou a grandes máquinas.

A IoT é responsável por integrar o mundo físico e o digital, tornando-o uma coisa só. Seu objetivo é potencializar a capacidade de gestão dos seres humanos, escalar resultados e melhorar indicadores.

Neste conteúdo, você poderá entender um pouco mais sobre o conceito que promete revolucionar a forma como interagimos com diversos objetos em diversas esferas de nossas vidas. Vamos lá?

O que significa IoT?

IoT é a sigla para o termo em inglês “Internet of Things”. O termo é traduzido para o português como “Internet das Coisas”. Esse conceito vem se popularizando e inclui a formação de redes e a conexão de objetos à internet.

Por meio dessa conexão, os objetos passam a transmitir dados que têm o potencial de facilitar a vida dos usuários. Assim, a internet pode trazer novas oportunidades, potencializando o uso de dispositivos e trazendo impactos positivos à maneira como vivemos.

A ideia é discutida desde o começo dos anos 1990. Porém, foi no fim da década que o conceito foi definido pelo britânico Kevin Ashton no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos.

Mais de 20 anos depois, a estimativa é que já existam mais de 10 bilhões de dispositivos IoT em todo o mundo. São geladeiras inteligentes, dispositivos que realizam a gestão de frotas ou automatizam lavouras, ou ainda, aumentam a produtividade de máquinas industriais.

Tecnologias que tornaram a IoT possível 

  • Sensores de baixo custo e alta potência – Esse tipo de dispositivo possibilita que a tecnologia IoT seja aplicada por mais fabricantes;
  • Conectividade – Protocolos de rede para a Internet facilitam a conexão de sensores à nuvem para uma transferência de dados eficiente;
  • Computação na nuvem – Hoje, empresas e consumidores podem acessar a infraestrutura em nuvem para aumentar a escala sem a necessidade de gerenciar toda uma infraestrutura;
  • Machine learning e análise avançada – Esses avanços permitem que as empresas obtenham insights mais fácil e rapidamente;
  • Inteligência artificial (IA) conversacional – Avanços nas redes neurais fizeram com que o natural-language processing (NLP), ou processamento de linguagem natural chegasse aos dispositivos de IoT por meio de assistentes pessoais digitais como a Alexa, Cortana e Siri.

Como a IoT funciona?

foto aérea de uma cidade

Dispositivos de IoT funcionam como olhos e ouvidos das pessoas que não estão fisicamente presentes. Além disso, eles capturam os dados que podem ser recebidos e analisados para dar base para a automação de ações ou decisões subsequentes. 

Esse percurso passa por quatro fases principais:

  1. Captura de dados do ambiente por meio de sensores. Podem ser dados simples, como a temperatura, ou complexos, como um feed de vídeo em tempo real;
  2. Compartilhamento de dados para um sistema de nuvem público ou privado, para outro dispositivo ou armazenamento no local para processamento posterior;
  3. Processamento de dados. São as ações que o software está programado para realizar, com base nos dados, como acender uma luz ou enviar um alerta;
  4. Atuação com base nos dados – Com base na análise dos dados acumulados dos dispositivos de uma rede IoT, é possível obter insights para embasar ações e decisões.

Modelos de autenticação e autorização da IoT

Existem dois principais modelos de segurança de IoT: centralizados e distribuídos. Dependendo da natureza dos dispositivos utilizados pela empresa, a combinação dos dois modelos pode garantir uma gestão mais segura e eficiente. Confira quais são:

Segurança distribuída

Nesse modelo, os dispositivos fazem o armazenamento dos certificados e identidades para validar a autorização.

Segurança centralizada

Nesse modelo, um servidor centralizado ou um aplicativo terceiro confiável distribui e gerencia os certificados de autenticação dos dispositivos IoT. Quando os dispositivos se conectam à rede, o repositório central do certificado faz o processo de verificação e autenticação.

Conheça os benefícios da IoT

  1. Mais eficiência

A principal vantagem que a IoT traz às empresas é o ganho de eficiência nos processos. Ao usar a IoT, é possível automatizar tarefas por meio de dispositivos inteligentes e elevar a produtividade nos processos por meio da transmissão de dados e do controle de informações.

  1. Redução de custos

Ao ganhar eficiência nos processos, as empresas podem reduzir os custos da operação. Em especial, ao eliminar os gargalos que dependem da interação humana. Dessa forma, as interações podem ocorrer apenas em casos de necessidade.

Isso pode ser visto em sensores de maquinário, que detectam falhas ou desgastes em equipamentos e acionam a equipe de manutenção antes de um problema maior.

  1. Tomada de decisões otimizada

Tomar decisões com base em dados reais e, praticamente, em tempo real, é um importante diferencial competitivo em diversos setores. Isso porque os negócios podem tomar ações de reparação ou investimentos de forma mais rápida.

Por exemplo, no gerenciamento de estoque inteligente, a IoT tem a função de comunicar a baixa quantidade de um produto. Dessa forma, o processo de reposição é mais rápido e não há riscos de perder vendas.

  1. Mais previsibilidade

Todos esses benefícios trazem mais previsibilidade aos negócios. A empresa passa a entregar tudo o que foi planejado, sem surpresas desagradáveis e sem correr o risco de ficar em desvantagem diante da concorrência. Assim, as operações se tornam pragmáticas, de acordo com os planos, e geram resultados previsíveis e escaláveis. 

Saiba por que a Internet das Coisas (IoT) é importante

A grande rede criada pela IoT está mudando a forma como lidamos com dados e interações. Isso porque ela trouxe facilidade e inteligência às operações e processos. A IoT trouxe inovação e valor agregado ao dia a dia, permitindo  que novos serviços e nichos de mercado sejam criados.

Por meio dela, pessoas e empresas podem ter acesso a mais informações para compreender melhor a realidade. Assim, as decisões passam a ser tomadas com base nos dados fornecidos pelos dispositivos conectados, o que as torna mais seguras e eficientes.

Privacidade e segurança em dispositivos IoT

Uma das maiores preocupações ao redor da IoT é a proteção de uma quantidade tão grande de dados tão sensíveis. Os principais problemas de segurança relacionados à IoT são:

  • Uso de senhas fracas e padrões, que podem ser exploradas por pessoas mal intencionadas;
  • Processadores de baixo desempenho, que não conseguem oferecer recursos de segurança avançados.

Assim, para evitar invasões no futuro, as empresas devem concordar em usar um único framework de segurança em toda a indústria. A partir dessa padronização, as empresas conseguirão fornecer ferramentas e diretrizes para a criação de dispositivos de IoT mais seguros.

Como aplicar IOT no seu negócio?

pessoa mexendo no celular

Existem aplicações inteligentes de IoT em software como serviço (SaaS) predefinidos. Eles podem ser usados para analisar e apresentar dados obtidos pelo sensor de IoT para usuários corporativos por meio de painéis e dashboards.

Essas aplicações usam algoritmos de machine learning para analisar grandes quantidades de dados dos sensores que estão conectados na nuvem. Por meio dos painéis e alertas da IoT em tempo real, é possível ter visibilidade sobre os principais indicadores de desempenho, tempo médio entre falhas e outras informações. 

Algoritmos baseados em machine learning podem ajudar a identificar anomalias em equipamentos. Além disso, podem enviar alertas aos usuários e até mesmo acionar medidas proativas ou correções automatizadas.

As aplicações IoT baseadas na nuvem permitem que usuários corporativos aprimorem rapidamente os processos existentes para setores como:

  • Cadeias de suprimentos;
  • Atendimento ao cliente;
  • Recursos humanos;
  • Serviços financeiros. 

Tudo isso sem a necessidade de recriar processos de negócios completos.

Quais os setores beneficiados com a IoT?

Fabricação

A IoT pode trazer vantagens competitivas aos fabricantes por meio do monitoramento da linha de produção. Isso porque permitem a manutenção proativa dos equipamentos quando os sensores detectam falhas iminentes.

Os sensores também podem enviar alertas para que os fabricantes verifiquem a precisão do equipamento rapidamente ou o removam da produção para que seja reparado. Com isso, as empresas podem reduzir custos operacionais, ganhar tempo e aprimorar o desempenho dos ativos.

Automotivo

Além das linhas de produção, é possível aplicar sensores de IoT para detectar falhas iminentes em equipamentos de veículos já comercializados. Além disso, é possível enviar alertas ao motorista com detalhes e recomendações.

As informações coletadas pelas aplicações de IoT permitem que fabricantes e fornecedores automotivos aprendam mais sobre como manter os carros em pleno funcionamento. Além disso, são essenciais para manter os proprietários informados e aumentar sua segurança.

Transporte e Logística

Nesse setor, é possível direcionar frotas de carros, navios, caminhões e trens com base em condições climáticas ou na disponibilidade de veículo ou motorista com base nos dados do sensor de IoT. 

Também é possível acompanhar, rastrear e controlar a temperatura do estoque. Setores com estoques sensíveis à temperatura, como alimentos e farmacêuticos, podem se beneficiar de aplicações que enviam alertas de aumento ou queda de temperatura para níveis que ameaçam os produtos.

Varejo

No varejo, é possível gerenciar estoques, melhorar a experiência do cliente, otimizar a cadeia de suprimentos e reduzir custos operacionais. Por exemplo, é possível usar prateleiras inteligentes com sensor de peso para monitorar automaticamente o estoque e enviar alertas para itens que estão com carga baixa.

Serviços

No setor de serviços, principalmente os essenciais, é possível usar a IoT para:

  • Enviar notificações aos usuários sobre interrupções;
  • Coletar dados sobre o escopo de interrupções;
  • Implementar recursos para acelerar o processo de recuperação de interrupções.

Assistência Médica

No setor da saúde, é possível monitorar a localização exata de ativos de assistência ao paciente, como cadeiras de rodas, por exemplo. Além do rastreamento, os pacientes podem utilizar dispositivos vestíveis para monitorar batimentos cardíacos, nível de glicose, etc.

Segurança

Trabalhadores que atuam em ambientes perigosos, como minas e campos de petróleo, podem ser alertados sobre eventos que podem afetá-los. Isso também facilita e acelera o resgate, em casos mais graves.

Exemplos de uso da IoT

Casas inteligentes

As redes de IoT já são bastante populares nas casas. Hoje, há sensores, interruptores e dispositivos inteligentes, que se comunicam por meio de protocolos. Além disso, há sistemas de automação doméstica para monitorar e controlar iluminação, temperatura, segurança, aparelhos e muito mais, inclusive à distância. 

Rede elétrica inteligente

É possível usar soluções de IoT para ajudar os consumidores a dosar e entender melhor a energia que usam ou que produzem por meio de painéis solares ou outros meios. 

Sensores de IoT na rede também podem detectar riscos com antecedência e redistribuir a energia para evitar ou reduzir interrupções e outros problemas. Eles também identificam problemas mecânicos e alertam os técnicos quando é necessário realizar reparos.

Cidades inteligentes

A tecnologia ajuda a aumentar as vantagens e diminuir os problemas da urbanização. A IoT ajuda a lidar com fatores como aumento da população, congestionamentos e envelhecimento da infraestrutura.

Por meio de sensores, medidores e outros dispositivos IoT, urbanistas conseguem monitorar e coletar dados para resolver os problemas de forma proativa. Por exemplo, é possível instalar sensores no sistema de drenagem de águas pluviais para medir o nível da água e evitar inundações.

Carros conectados

Praticamente todos os veículos saem da linha de montagem com funcionalidades inteligentes de IoT. Por meio de sistemas avançados de assistência ao motorista (ADAS), é possível evitar colisões, planejar rotas, estacionar em vagas apertadas e muito mais.

Como a Internet das Coisas está mudando a economia mundial?

Apesar de ainda estar em estágio inicial de implantação no mundo, há indícios de que a internet das coisas terá um grande impacto em diversos setores. A tendência é que ela se espalhe por praticamente todos os setores da economia.

Segundo o BNDES, as previsões são de que, em 2025, a IoT gere receitas na casa dos trilhões de dólares, contribuindo com cerca de 10% do PIB global. 

A aplicação em massa desse conceito trará diversas oportunidades para a economia e a sociedade. Mas a base para isso está na conjunção de fatores como dispositivos mais rápidos, menores, eficientes e baratos; redes ubíquas de telecomunicações; e sistemas avançados de armazenamento e processamento de dados.

Qual será o futuro da IoT?

No futuro, a IoT tem o grande potencial de transformar totalmente a maneira como vivemos e trabalhamos. As cidades podem se tornar mais eficientes e sustentáveis a partir do uso de sensores para monitorar: tráfego, qualidade do ar, consumo de energia e gestão de resíduos.

Também será possível aumentar a segurança e a eficiência dos transportes. Veículos conectados poderão se comunicar entre si e com a infraestrutura rodoviária. Isso evitará acidentes e congestionamentos.

A IoT também pode impulsionar a telessaúde e o monitoramento remoto de pacientes para tornar o cuidado mais acessível e personalizado. 

Conclusão

A IoT está abrindo novas possibilidades de conexão entre o mundo digital e o mundo físico de formas nunca imaginadas anteriormente. Por isso, é fundamental aproveitar a evolução tecnológica para aprimorar a qualidade de vida, impulsionar a eficiência e a sustentabilidade.

Porém, é essencial aplicar essa e outras tecnologias de forma ética, segura e responsável. O futuro da IoT é promissor, e o mundo apenas começou a descobrir seu verdadeiro potencial.

Continue acompanhando nosso blog para descobrir como as novas tecnologias podem impactar em sua rotina e produtividade.

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur. A vestibulum diam tincidunt mi odio aliquam tellus aliquam dictum. 

SAIBA MAIS

Compartilhe:

MAIS CONTEÚDOS PARA VOCÊ

Recompensa em Dinheiro

LEIA MAIS

Saiba Como um Advogado Correspondente pode Facilitar a Rotina da sua Empresa

LEIA MAIS

Robôs Extinguirão as Carreiras Jurídicas! Só que não

LEIA MAIS
Assine a Newsletter e fique por dentro das novidades.