13/09/2018doc9

Não passei na OAB, o que faço agora?

Nunca é fácil se dedicar por um tempo à algo importante e o resultado não ser o esperado. Seja no momento do “Não passei na OAB!” ou em outros momentos da vida, após o tempo de recuperação é necessário voltar à ativa e recomeçar.
Mas por onde?

“Não passei na OAB, e agora?” Essa é a pergunta que diversos estudantes de direito fazem a si mesmos após a reprovação na prova. É sempre válido lembrar que é normal: apenas 18% dos candidatos passam na prova anualmente. Mas estamos aqui para ajudar, então vamos aprender juntos como lidar com a reprovação no exame da OAB, e como mudar esse fato na prova seguinte.

Não passei na OAB, e agora?

Encontre e entenda seus erros

Não passei na OAB, o que faço agora?

Reconhecer seus erros é o primeiro passo para encontrar uma solução para os mesmos. Desde fala de estudo até nervosismo e ansiedade pré-prova, todos os aspectos podem ser trabalhados.
Após isso, é hora de erguer a cabeça e recomeçar a rotina de estudos – até traçar uma nova!

Revise seus métodos de estudo

Esse pode ser o primeiro indício do porquê dos resultados não terem sido os esperados. Por isso, pesquise maneiras diferentes de estudar, que possam ser mais eficientes – tentando otimizar sua rotina de estudos.

Lembre-se sempre que quantidade não é qualidade: opte por um método confortável e que lhe permita entender o conteúdo ao invés de decorar matérias

Combata a ansiedade

Não passei na OAB, e agora?Um estudo do Departamento de Psicobiologia da Unidade de Medicina Comportamental da UNIFESP, pesquisou os índices de ansiedade e estresse pré-Exame de Ordem e 70% apresentaram sintomas de estresse, sendo que 41% com níveis de estresse mais severos.

Nesses casos, o ideal é sempre procurar ajuda profissional, mas como essa nem sempre é uma opção, há diversas maneiras de controlar o stress e ansiedade: músicas e playlists podem ajudar a alinhar pensamentos, aplicativos de meditação ajudam a criar uma rotina anti-stress.

Se for possível, faça exercícios físicos nos dias que antecedem a prova. Isso reduz o estresse e a ansiedade. Além disso, pesquisas indicam que a prática de exercícios físicos estimula o cérebro, melhorando o raciocínio e a memória.

Não passei na OAB, o que faço agora?Crie uma nova rotina

Essa dica vai muito além dos seus estudos. “Mudar de ares” pode ser muito libertador e ajudar a encontrar seus pontos fortes e fracos, permitindo aperfeiçoá-los quando necessário.

Invista em saúde mental e física, estudos, vida social, tente organizar-se para que sua rotina seja funcional para você. Isso resultará em não só maior foco, tranquilidade e qualidade de vida, mas também permitirá que a preparação para refazer a prova torne-se parte da sua rotina de uma maneira saudável.

Se possível, invista em um curso preparatório

Não passei na OAB, o que faço agora?As faculdades de Direito muitas vezes não conseguem preparar seus alunos de forma eficiente para a prova da OAB. Isso é refletido no alto índice de reprovação.

Muitos candidatos tentam estudar por conta própria, mas isso nem sempre é o suficiente. Se possível, adentrar um curso preparatório pode ser uma nova maneira de encarar os estudos e estimulá-los a manter uma consistência.

No caso de cursos preparatórios presenciais não serem uma opção, existem cursos preparatórios online para darem uma “luz guia” na hora de organizar suas prioridades de estudo!

Mantenha a atitude positiva e lembre-se da repescagem!

Caso o candidato tenha sido aprovado na primeira fase mas reprovado na segunda, existe a possibilidade de pular direto para a prova discursiva no próximo exame, sem precisar repetir a prova objetiva.

É possível também redefinir a área jurídica de sua preferência. Logo, se você se arrependeu da escolha feita no exame anterior, não seu preocupe, pois agora você pode trocá-la!

O ponto positivo da repescagem é que não será necessário estudar todas as matérias novamente, mas somente aquela que você escolher para a segunda fase. Assim, além de otimizar seus estudos, você fica com tempo de sobra para focar apenas no necessário para ser aprovado!

A reprovação na OAB não é o fim do mundo. É comum que diversos formandos demorem para conseguir passar no exame. Se você ainda não conseguiu, o importante é que não fique desmotivado. Se chegar no pensamento “Não passei na OAB!”, erga a cabeça e faça tudo que estiver em seu alcance para que da próxima vez consiga!

Aprenda com seus erros, foque nos estudos e o mundo será seu.

Não passei na OAB, o que faço agora?

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur. A vestibulum diam tincidunt mi odio aliquam tellus aliquam dictum. 

SAIBA MAIS

Compartilhe:

MAIS CONTEÚDOS PARA VOCÊ

Recompensa em Dinheiro

LEIA MAIS

Saiba Como um Advogado Correspondente pode Facilitar a Rotina da sua Empresa

LEIA MAIS

Robôs Extinguirão as Carreiras Jurídicas! Só que não

LEIA MAIS
Assine a Newsletter e fique por dentro das novidades.