25/04/2022doc9

5 dicas de segurança digital para o compartilhamento de certificados digitais

Quer evitar ataques cibernéticos e todas as dores de cabeça que eles podem trazer? Descubra como garantir a segurança digital de sua empresa!

Segurança digital é o nome dado às práticas de proteção de sistemas, programas e redes contra ataques virtuais. Normalmente, esse tipo de ataque tem como objetivo acessar, destruir ou alterar dados confidenciais, extorquir dinheiro ou atrapalhar negócios. 

Para evitar esse tipo de problema, as empresas precisam investir na implantação de medidas de segurança digital. Apesar de este ser um grande desafio (já que há muitos dispositivos conectados e os invasores têm técnicas cada vez mais complexas) é necessário conhecer e investir nessa área.

Por esse motivo, criamos esse artigo para que você conheça um pouco mais sobre a segurança digital e como se proteger, mesmo quando é necessário compartilhar certificados digitais entre os membros de uma equipe. Se você quer saber como garantir a segurança digital do seu negócio, confira este texto!

O que é segurança digital?

Todas as ações voltadas à proteção de redes, computadores, dispositivos, programas e servidores conectados à internet estão sob o guarda chuva da segurança digital. Tomar esse tipo de ação é necessário para proteger todos esses itens de ataques cibernéticos.

Esse tipo de invasão normalmente tem como objetivo o roubo de informações, o que pode causar grandes danos para as vítimas. Isso porque os criminosos podem fazer empréstimos, compras ou até mesmo abrir empresas em nome da vítima.

A segurança digital atua para reduzir a ocorrência desses tipos de crimes por meio de ferramentas que buscam manter a privacidade das informações. Além disso, monitora e bloqueia ameaças que possam comprometer os sistemas.

Riscos no uso do certificado digital

Uma prática que põe em risco a segurança digital de um negócio é o compartilhamento de certificados digitais. Esse tipo de documento permite que uma pessoa possa acessar e executar tarefas em diversos sistemas, como Receita Federal, gov.br e outros.

Porém, em departamentos jurídicos e escritórios, é comum que diversas pessoas tenham acesso a um mesmo certificado digital para poder acessar esses sistemas. Porém, essa prática traz diversos riscos para a segurança das empresas.

Isso porque, a cada dia é possível fazer mais coisas usando esse documento. Um exemplo disso é que hoje já é possível fazer a transferência de propriedade de um veículo usando somente este documento.

Esse tipo de prática, assim como a falta de uma boa estrutura de segurança digital podem trazer diversos riscos às empresas. Confira os principais:

Engenharia social

Esse é o nome dado às técnicas usadas por criminosos virtuais que tentam enganar os usuários. Por meio delas, o usuário é levado a enviar dados confidenciais ou clicar em links de sites maliciosos para ter seus dados roubados ou seus dispositivos infectados com vírus.

Malwares

Nome dado aos arquivos criados para prejudicar ou roubar informações de um dispositivo quando executados. Existem diversos tipos de malware, como:

  • Botnet –  Infectam dispositivos como roteadores e outros. As chamadas “redes de bots” recebem comandos para realizar ações específicas, como ataques, roubo de dados e outras;
  • Ransomware – É o sequestro de informações confidenciais das vítimas. Os criminosos costumam exigir resgate para que os usuários possam acessá-las novamente. Os dados podem ser expostos na internet se a vítima não pagar o resgate;
  • Rootkit – Programas que permitem acesso privilegiado a um computador ou área restrita de um sistema;
  • Spyware – Serve para espionar a atividade nos dispositivos infectados, sem o consentimento do usuário;
  • Cavalo de Tróia – Software que demonstra estar executando uma atividade, mas executa uma ação prejudicial em segundo plano.

Invasão a redes de Wi-Fi

Esse tipo de ação permite que cibercriminosos roubem ou acessem dados confidenciais, vazando essas informações ou usando-as para outros fins.

Vazamento de dados

Quando existem brechas na segurança de sistemas ou mau uso dos dispositivos, facilitando sua invasão e o roubo de seus dados. A falta de hábitos de segurança pode favorecer os criminosos. 

vazamento de dados

Como falhas na segurança digital podem afetar seu negócio

Quando a segurança digital de um negócio é precária, as informações corporativas não estão seguras. Quando um criminoso consegue invadir um dispositivo, ele pode roubar dados, bloquear acessos ou mesmo monitorar tudo o que o usuário do dispositivo está fazendo.

As empresas que têm dados roubados ou sistemas invadidos podem ter grandes prejuízos financeiros. Além disso, ficam sujeitas às penalizações previstas pela Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

A Lei prevê multas de até R$ 50 milhões e a suspensão das atividades de empresas que tiverem dados vazados. Além dessas penalidades, a empresa fica sujeita a uma mancha de reputação no mercado, que pode ser irreparável.

Por esses motivos, as empresas devem implementar uma política de orientações sobre a segurança digital no uso de dispositivos de trabalho e e-mails. Assim, empresas, colaboradores e a adoção de ferramentas de proteção criam uma segurança digital integrada e eficaz contra ameaças virtuais. 

5 dicas de segurança digital no uso do certificado

Quanto ao compartilhamento do certificado digital, que já citamos acima, as empresas podem tomar as seguintes precauções para evitar ciberataques:

  1. Instalação de certificados digitais

Os cuidados devem começar no momento da instalação dos certificados digitais no computador ou driver. No caso de certificados A1, é necessário verificar se a máquina está preparada para receber a instalação. 

Pode ser difícil extrair os dados dos sistemas de instalação em computadores antigos, com sistemas operacionais obsoletos. Além disso, eles podem ter problemas no carregamento do certificado para a efetiva utilização.

Para certificados A3, é necessário instalar o driver para reconhecimento da mídia em sua máquina. Em ambos os casos, é preciso fazer o download do emissor de certificado digital. 

Lembre-se de usar softwares originais e mantê-los atualizados, Também é essencial manter a máquina sempre atualizada, o que inclui o Java e o Windows update, programas necessários para baixar e utilizar o certificado.

  1. Treinamento de segurança digital

A equipe deve ser treinada nas boas práticas de segurança digital. Isso porque, no cenário de compartilhamento do certificado digital, muitos usuários têm acesso a um documento que possui validade legal no nome do titular do certificado.

  1. Monitoramento de acessos

Também é preciso monitorar os acessos de forma eficaz, com atenção a fatores como a rotatividade de funcionários. Isso inclui os riscos de um funcionário continuar com o certificado instalado mesmo após sair da empresa, e também a demanda de novas instalações e atualizações para novos colaboradores.

Há casos de ex-funcionários que tentam corromper ou excluir arquivos da empresa. Isso sem contar os casos de ex-colaboradores que permanecem com acesso a sistemas e arquivos e acabam comprometendo sua confidencialidade.

Por isso, é essencial adotar ferramentas de controle de acessos, como o Whom?, tecnologia desenvolvida para reduzir os riscos no compartilhamento de certificados digitais.

monitoramento e gestão de acessos
  1. Parcerias com empresas de segurança da informação

Os custos da implantação de sistemas de segurança digital e segurança da informação podem ser elevados, especialmente para pequenas empresas. Porém, este deve ser visto como um investimento para evitar gastos ainda maiores com multas e sanções.

Além disso, é possível estabelecer convênios com empresas especializadas para ter acesso a esse tipo de solução com redução de custos. Essa é uma ótima estratégia para tentar reduzir os riscos de vazamentos. 

  1. Softwares de segurança digital

Normalmente, o compartilhamento de acessos ao certificado digital é feito sem que as medidas de segurança sejam tomadas. Isso coloca o processo em risco de exposição e fere as normas de LGPD e compliance.

Uma solução nesse sentido é adotar ferramentas de concessão de acesso. Por meio delas, é possível ter soluções como:

  • Desenvolver apenas um usuário e senha para que o colaborador tenha acesso a todos os sistemas ou programas necessários para a execução de seu trabalho;
  • Monitorar quem tem acesso a qual sistema e durante qual período, e ainda contar com termos de concessão mútua, que conferem consentimento legal para o compartilhamento entre as partes.

Esse tipo de ferramenta atua como medida protetiva para os negócios. Isso porque, por meio deles, é possível controlar o acesso que os usuários têm a sistemas e dados sensíveis. Ao adotar esse tipo de recurso, a empresa também fica em conformidade com os órgãos reguladores.

Gerenciamento de certificados digitais

Para facilitar a aplicação de medidas de segurança digital como as citadas acima, novas soluções têm sido desenvolvidas. 

Um exemplo disso é o Whom?, um gerenciador de certificados digitais que resolve todas as inseguranças que envolvem o uso e o compartilhamento deste documento, tanto para a área de compliance e prevenção de riscos quanto para a agilidade do negócio. 

Por meio dele, o gestor tem o poder de conceder e revogar acessos de uso para os colaboradores que precisam usar o certificado digital em seu dia a dia de trabalho. Dessa maneira, tanto o titular quanto os colaboradores selecionados recebem uma autorização de concessão eletrônica de uso.

Além disso, por meio de relatórios, o titular pode controlar tudo o que é feito em seu nome. Ele ainda se mantém em conformidade com a legislação, podendo realizar operações com o certificado digital com riscos reduzidos .

Conclusão

No texto de hoje, você conferiu como funciona a segurança digital e conheceu algumas ferramentas que seu negócio pode adotar para isso. Fazer esse tipo de investimento é essencial para evitar gastos futuros com multas e sanções por descumprimento das regulamentações.

Compartilhe esse texto com sua rede para que eles conheçam as soluções de segurança digital que apontamos aqui!

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur. A vestibulum diam tincidunt mi odio aliquam tellus aliquam dictum. 

SAIBA MAIS

Compartilhe:

MAIS CONTEÚDOS PARA VOCÊ

Recompensa em Dinheiro

LEIA MAIS

Saiba Como um Advogado Correspondente pode Facilitar a Rotina da sua Empresa

LEIA MAIS

Robôs Extinguirão as Carreiras Jurídicas! Só que não

LEIA MAIS
Assine a Newsletter e fique por dentro das novidades.