01/05/2018doc9

Como ver o Seu Escritório de Advocacia como Empresa

Ver o Escritório de Advocacia como Empresa, traz uma série de mudanças de pensamentos. Isso porque uma empresa visa lucratividade, expansão e consolidação no mercado. Para atingir o seu objetivo, a empresa precisa ter processos bem estabelecidos e precisa focar em atividades estratégicas, para ter reconhecimento e para a sua marca ser valorizada.

Antigamente, ter um escritório de advocacia que fosse segmentado com processos de vendas, processos de marketing e processos de controle, era visto como um desperdício de dinheiro. Hoje em dia, trata-se de um investimento porque impulsiona vendas, padroniza processos e gera visibilidade ao escritório.

Escritório de Advocacia como Empresa

Como ver o Seu Escritório de Advocacia como Empresa

A atuação de um escritório como empresa é um processo natural e consequência de se trabalhar com empresas na nossa rotina. Seria quase que um emparelhamento empresarial. As empresas, hoje em dia, sofrem uma pressão extrema para aumentar os seus lucros, e para ter uma operação que seja sustentável e eficiente. Com os escritórios de advocacia não seria diferente, nos escritórios também lidamos com clientes, com processos, objetivando o crescimento e o lucro, assim como as empresas.

Os escritórios precisam também ser administrados com eficiência para desenvolver relacionamentos duradouros com os seus clientes. Mas como ter um escritório bem administrado quando não possuímos conhecimentos de gestão?

Para tal, faz-se necessário que os sócios busquem conhecimentos sobre administração, sobre gestão e sobre finanças, a fim de compreender melhor o seu negócio, para administrá-lo, então, de forma mais consistente. A busca por uma maior compreensão do mundo de negócios, que priorize, de fato, o atendimento de clientes, será um grande diferencial para escritórios pioneiros, e no futuro será uma necessidade de todos os escritórios, por isso, esteja preparado.

Setores de grandes empresas que não podem ser esquecidos em escritórios de advocacia

Uma das maiores dificuldades dos gestores jurídicos é compreender que o escritório como empresa necessita de algumas funções básicas e divisões setoriais para prosperar. Compreender essas funções, como elas se relacionam e porquê da existência delas é fundamental para a sobrevivência do negócio.

Para tal, separamos uma explicação de 3 setores primários para você começar a ter organização e visibilidade de negócio, são esses: RH, comercial e financeiro:

RH

Como ver o Seu Escritório de Advocacia como Empresa

O departamento de recursos humanos de uma empresa possui um papel fundamental, uma vez que se comporta como um elo entre a diretoria e seus colaboradores.  Esse departamento tem como as suas principais funções: recrutamento e seleção de colaboradores, estruturação de cargos, estruturação de atividades, treinamento e desenvolvimento dos colaboradores, construção de programas de Gestão de Pessoas, que motivem os colaboradores a trabalhar na empresa, entre outras funções.

Empresas e, então, escritórios que contam com um departamento de Recursos Humanos tendem a ser valorizados pelos seus clientes, já que possuem um setor que cuida, supervisiona e motiva os seus funcionários. Muitas empresas ainda têm medo de investir em seus funcionários com receio de desenvolver eles para a concorrência. Não se engane, essa é, na verdade, uma visão totalmente distorcida da realidade. O que afasta os funcionários não é o desenvolvimento e a preparação deles, mas sim o autoritarismo, pressão em excesso e a desmotivação, e isso faz com que eles vão atrás de outras alternativas.

Não perca os seus talentos, desenvolva-os cada dia mais. Desenvolvendo-os e dando-lhes poder de decisão, vão fazer que eles se sintam mais parte do se negócio, contribuam mais com insights e lhe ajudem a crescer.

Comercial

Como ver o Seu Escritório de Advocacia como Empresa

O setor comercial, diferentemente do RH, lida, principalmente, com clientes externos. Esse setor é o principal pela geração de receitas e de novos negócios, permitindo assim a existência da empresa.

Normalmente temos a divisão desse setor em dois pilares: captação de novos clientes e relacionamento de clientes. O primeiro pilar é responsável por agregar novos clientes a carteira já existente, realizando a busca constante por novos negócios. Ele precisa ter conhecimento profundo sobre os principais diferencias da empresa, bem como ter segurança das suas informações para passar para os futuros clientes.

O segundo pilar é o responsável pelo relacionamento com os clientes já existentes na carteira. Essa divisão precisa ter um bom relacionamento com clientes, precisa estar atento a novos processos existentes, a como novas teses vão agregar valor e receita aos clientes, como terá que criar um mecanismo de coleta de feedback constante ou pesquisas periódicas para entender como está a prestação de serviços.

Financeiro

Como ver o Seu Escritório de Advocacia como Empresa

O setor administrativo-financeiro é responsável pelo funcionamento da empresa, ou seja, ele é responsável pela gestão e pelo controle das receitas. Tem como principal função o gerenciamento de obras, aquisições e também é responsável por aspectos fiscais e tributários.

Esse setor, normalmente, é dividido, assim como o comercial, em dois pilares: Contas a Receber e Contas a Pagar. O primeiro pilar é responsável pela cobrança dos clientes e precisa ter processos bem definidos de cobrança bem como processos de contingência para casos de inadimplência. Esse pilar além de realizar a cobrança, precisa emitir boletos, controlar os pagamentos, estabelecer contato com os clientes para adequação de prazos, entre outros.

Já o “contas a pagar”, bem como o seu nome diz, é responsável pelo pagamento de fornecedores bem como pagamento dos funcionários. Esse pilar é responsável pelo controle de caixa do negócio, ele precisa efetuar lançamentos de notas fiscais, atuar em conferências, emitir relatórios gerenciais entre outras funções.

Quando a empresa ainda é pequena, esse papel pode ser desempenhado unicamente por uma pessoa. Para tal, faz-se necessário a construção de processos bem definidos e de controles rígidos.

Meu escritório como uma empresa

A medida que o escritório cresce, torna-se necessária a construção de uma estrutura sólida com processos definidos. Com o escritório de advocacia não é diferente, assim como empresas, os escritórios possuem processos, produtos e clientes, portanto precisamos nos preocupar com a estrutura do nosso negócio, para alavancar o seu crescimento e ser referência no mercado.

Está pensando recém em abrir um escritório? Falamos disso em outro post, lá você vai encontrar conteúdos referente ao planejamento, ao investimento necessário e também referente a documentação necessária para empreender no mundo jurídico.

Entenda o Ciclo de Compra dos Clientes de um Escritório de Advocacia

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur. A vestibulum diam tincidunt mi odio aliquam tellus aliquam dictum. 

SAIBA MAIS

Compartilhe:

MAIS CONTEÚDOS PARA VOCÊ

Recompensa em Dinheiro

LEIA MAIS

Saiba Como um Advogado Correspondente pode Facilitar a Rotina da sua Empresa

LEIA MAIS

Robôs Extinguirão as Carreiras Jurídicas! Só que não

LEIA MAIS
Assine a Newsletter e fique por dentro das novidades.