15/05/2018doc9

7 Principais Erros de um Advogado Iniciante

Desde o início da faculdade até após o exame da Ordem, ser um advogado autônomo ou abrir seu próprio escritório de advocacia é um sonho que acompanha jovens e adultos que se envolvem com o mundo do Direito, mas essa não é uma tarefa fácil, pensando nisso separamos para você 7 Principais Erros de um Advogado Iniciante.

Principais Erros de um Advogado Iniciante

1. Não “atire para todos os lados”

7 Principais Erros de um Advogado Iniciante

Não buscar sua especialização logo após a faculdade pode parecer um caminho mais fácil e rápido, mas isso pode dificultar, e muito, sua busca por clientes, empregos e casos.

O direito é complexo e é impossível que um advogado conheça todas as leis e estratégias para vencer um conflito judicial. Uma especialização pode ajudar a focar em um assunto no qual você se interesse e/ou se destaque, trazendo assim com mais facilidade casos mais específicos.

2. Não se manter atualizado

Muitos currículos de graduação, por melhores que sejam as instituições de ensino, podem ser ultrapassados e não refletir as áreas do Direito atualmente. Não se contente com apenas os conhecimentos da graduação, busque atualização profissional por meio de cursos, especializações e leituras diárias.

3. Descuidar da sua imagem profissional

7 Principais Erros de um Advogado Iniciante

Tanto física como online, sua imagem profissional reflete quem você é e, por consequência, a qualidade do trabalho que você exerce. Por isso, é essencial saber se vestir de forma adequada e se comportar de maneira compatível com os diferentes ambientes.

Já na internet, no seu site ou páginas de Facebook, Instagram e LinkedIn – ambas pessoais e profissionais – devem ter sua manutenção feita com profissionalismo e decoro. Cuidar o conteúdo compartilhado e postado, a qualidade do seu layout e a facilidade de ser encontrado, tudo isso contribui para o fortalecimento da sua imagem.

4. Negligenciar prazos e atendimento

7 Principais Erros de um Advogado Iniciante

Perder um prazo pode significar a perda de um direito para seu cliente ou o fracasso de uma ação. Não deixe que isso manche sua reputação profissional e procure cumprir prazos religiosamente.

Caso tenha problemas com a sua organização, você pode conferir nosso post sobre Gerenciadores de Tarefa online!

Já com o atendimento, é indispensável conquistar a confiança de seus clientes, desde o primeiro atendimento a relação deve ser cordial e personalizada para seu maior conforto e abertura.

Adequar sua linguagem e conteúdo a cada tipo de cliente também é de suma importância. Por exemplo, se você atende o departamento jurídico de uma empresa, pode utilizar um vocabulário mais técnico e manter o formalismo nas comunicações.

Já quem lida com causas individuais, de clientes que são leigos no Direito, é necessário empregar linguagem pessoal, além de evitar muitos termos técnicos ao explicar os andamentos do processo.

5. Não definir um plano de carreira

Metas são positivas sempre: Elas ajudam a criar planos de ação, guiar decisões importantes e servir de compasso para os rumos pessoais e profissionais. Com a vida de advogado não seria diferente.

É ideal ter um plano de carreira definido e ambicioso, com metas de curto e longo prazo. Planejar é prevenir, e é a melhor maneira de evitar que, na tentativa de fazer tudo ao mesmo tempo, você acabe não conseguindo fazer nada direito.

Essa ação te dará uma visão panorâmica do seu negócio e te ajudará a tomar decisões mais embasadas.

6. Descuidar-se na hora da precificação

7 Principais Erros de um Advogado Iniciante

É comum em diversas carreiras onde você é seu próprio chefe que haja uma autodepreciarão da qualidade do trabalho servido. O fato de você estar no início da carreira não o impede de cobrar adequadamente pelos serviços prestados: Tenha um documento com seus valores e, eles podem ser negociáveis, mas calcule tudo para que sempre haja uma boa margem de lucro.

Também é importante desde a contratação deixar claro o que o cliente deverá arcar e como deverão ser feitos os pagamentos. Lembre-se de explicar que além dos honorários contratuais, o honorário sucumbencial é do advogado.

7. Não correr atrás de clientes

7 Principais Erros de um Advogado Iniciante

Clientes não caem do céu, e os que te procuram uma vez podem acabar se esquecendo de você com o passar do tempo. É importante fazer networking e marketing pessoal para aumentar sua visibilidade e expandir sua gama de clientes.

Também é válida a criação de conteúdo online como forma de marketing pessoal online – vide item dois – e a participação em convenções, palestras, feiras e cursos na questão de marketing pessoal físico (as anteriores também sendo muito válidas para conhecer outros profissionais e fazer networking).

Ser advogado nos dias atuais não é fácil, principalmente no início da carreira. Nesse momento muitos equívocos podem acontecer por não estarmos 100% preparados, por isso, achamos que esse post que separa os Principais Erros de um Advogado Iniciante poderá lhe ajudar nessa sua caminhada.

Caso você tenha gostado, aproveitamos para indicar outros dois posts que podem ser interessantes para você também: 5 Dicas Essenciais para Você ter Sucesso em Audiências Áreas da Advocacia com Potencial de Crescimento.

7 Principais Erros de um Advogado Iniciante

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur. A vestibulum diam tincidunt mi odio aliquam tellus aliquam dictum. 

SAIBA MAIS

Compartilhe:

MAIS CONTEÚDOS PARA VOCÊ

Recompensa em Dinheiro

LEIA MAIS

Saiba Como um Advogado Correspondente pode Facilitar a Rotina da sua Empresa

LEIA MAIS

Robôs Extinguirão as Carreiras Jurídicas! Só que não

LEIA MAIS
Assine a Newsletter e fique por dentro das novidades.