03/05/2018doc9

3 Dicas para Melhorar a Saúde Financeira do seu Escritório de Advocacia

Cuidar da saúde financeira de um negócio não é fácil. Melhorar a Saúde Financeira do seu Escritório Advocacia não seria diferente. Os profissionais do direito normalmente estão preparados para lidar com questões jurídicas, mas, em muitos casos, necessitam de orientações quando tratamos de aspectos administrativos.

Essa falta de conhecimento pode vir a prejudicar os seus negócios, porque além de ter que dedicar o seu tempo para seus processos e para os seus clientes, você precisará ir atrás de conhecimentos administrativos, para, então, organizar os seus recursos financeiros. Pensando em acelerar o seu processo, separamos algumas dicas importantes para lhe auxiliar a melhorar a saúde financeira do seu escritório de advocacia.

Como melhorar a saúde financeira do seu escritório de advocacia

1. Controle suas despesas e os seus gastos

3 Dicas para Melhorar a Saúde Financeira do seu Escritório de Advocacia

Para você ter um bom controle financeiro do seu negócio, você precisa, obrigatoriamente, saber o quanto de dinheiro que está entrando e o quanto de dinheiro que está saindo. Essas informações são essências para você determinar onde terá corte de gastos, determinar quais áreas receberão novos investimentos e quando que receberão esses investimentos.

Tenha sempre um fundo de caixa

Uma crise econômica, a queda de qualidade ou outro fator externo podem fazer com que o seu cliente externo pare de demandar o seu serviço, por isso, você precisa estar preparado. Manter um fluxo de caixa é essencial para evitar problemas em emergências, uma vez que é ele que ajudará a sua empresa a não ter prejuízo em períodos difíceis.

Vantagens do fluxo de caixa:
  • Controle financeiro:

Organizar as suas receitas e as suas despesas de acordo com as suas datas e suas categorias irão proporcionar uma visão clara de todas as movimentações que ocorreram em um período.

  • Auxilio na tomada de decisão e ganho de eficiência:

Na prática, você irá usar as informações contidas no fluxo de caixa para identificar quais são as suas principais fontes de receitas e direcionar, assim, ações de marketing e vendas. Além de identificar despesas desnecessárias que podem ser eliminadas sem grandes prejuízos. Com essa análise, você ganhará eficiência, otimizado processos e poderá, inclusive, investir em diferentes atividades para crescer o seu negócio sem aumentar os seus gastos.

  • Planejamento financeiro:

Possuidor do conhecimento das suas movimentações mensais, é possível que você utilize essas informações para construir o seu planejamento financeiro, estabelecendo metas de crescimento e indicadores de acompanhamento de seus resultados.

2. Terceirize a sua demanda

3 Dicas para Melhorar a Saúde Financeira do seu Escritório de Advocacia

Outra forma de melhorar a saúde financeira do seu negócio é terceirizar a sua demanda na contratação de correspondentes jurídicos para realizarem as suas diligências e liberarem você para cumprir atividades mais estratégicas.

Ao deslocar a nossa equipe para a realização de diligências jurídicas estamos desperdiçando recursos financeiros, desperdiçando horas dos nossos funcionários e também desperdiçando recursos com deslocamento do funcionário.

Uma boa opção para você poupar dinheiro e otimizar a sua rotina é no repasse de para correspondentes jurídicos. Para você não sofrer com a gestão desses correspondentes, você pode contratar a DOC9 que nós realizamos essa gestão para você. Inclusive, separamos 4 exemplos de clientes que economizaram nesse repasse apenas em 2017 uma quantia significativa.

3. Utilize o Pró-labore

3 Dicas para Melhorar a Saúde Financeira do seu Escritório de Advocacia

Um escritório de advocacia costuma ter alguns sócios, e muitas vezes, os sócios tendem a retirar dinheiro da empresa, quando necessitam. Essa prática pode desequilibrar as suas finanças, desfalcando recursos destinados ao custeio de outras atividades. Por isso, é aconselhável que seja estabelecido um pró-labore, que nada mais é que um salário para os sócios do escritório.

Passos para a definição de um pró-labore:

  1. Estabeleça quais são as funções que o sócio desempenha na empresa
  2. Realize uma pesquisa sobre médias salariais para cargos que desempenham essas mesmas funções
  3. Determine o pró-labore a partir da pesquisa realizada
  4. Considere realizar o pagamento dessa quantia todos os meses, assim como se fosse outro salário qualquer
  5. Formalize esse acordo, assim ele terá validade jurídica na esfera trabalhista, você pode inclusive adicionar clausulas no contrato social do escritório e realizar o registro na junta comercial do estado.

Além disso, vale lembrar que mesmo que o pró-labore não seja submetido a taxa do IR de pessoa jurídica, ocorre retenção do IR de pessoa física na fonte e além disso, alguns impostos e recolhimentos específicos também recaem sobre o pró-labore também, com uma taxa de 11% normalmente. Não se esqueça disso na hora de planejar o pagamento do pró-labore.

Essas foram as nossas dicas para você melhorar a saúde financeira do seu escritório! O que achou? Comenta aqui embaixo!

3 Dicas para Melhorar a Saúde Financeira do seu Escritório de Advocacia

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur. A vestibulum diam tincidunt mi odio aliquam tellus aliquam dictum. 

SAIBA MAIS

Compartilhe:

MAIS CONTEÚDOS PARA VOCÊ

Recompensa em Dinheiro

LEIA MAIS

Saiba Como um Advogado Correspondente pode Facilitar a Rotina da sua Empresa

LEIA MAIS

Robôs Extinguirão as Carreiras Jurídicas! Só que não

LEIA MAIS
Assine a Newsletter e fique por dentro das novidades.